segunda-feira, 26 de novembro de 2012

COMPLEMENTO OBLÍQUO

Este ano, no 6º ano aprendemos uma nova função sintática - o complemento oblíquo (nome estranho, não é?) Ou seja, para além dos complementos direto e indireto, tens agora este.


Complemento oblíquo (C.O.)
Complemento pedido por um verbo transitivo indireto. Pode ser constituído por um grupo adverbial e/ou por um grupo preposicional. A presença do complemento oblíquo é fundamental para o sentido da frase, não podendo, por isso, ser retirado.
Ex. 1
Os meninos  portam-se*mal.   -   Complemento oblíquo


         portam-se mal -  Predicado

*advérbio – grupo adverbial.

Ex. 2
A Paula vai ao cinema**.  -  Complemento oblíquo


       vai ao cinema -   Predicado

**grupo preposicional – introduzido pela preposição ao.

Bom estudo!

5 comentários:

  1. Simples e claro, muito melhor que 3 ou 4 aulas de português ^.^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz por ter ajudado. Não vale a pena complicar o que não o é :-) beijinhos!

      Eliminar
  2. Por acaso está aqui uma asneira gigantesca: no exemplo 1 "ali" é predicativo do sujeito pois o verbo "ser" é copulativo. Fica a dica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo de 4 de março, tens toda a razão. Lapso (grave) da minha parte. Muito obrigada pela atenção e correção.

      Eliminar