domingo, 22 de abril de 2012

22 de abril - Dia da Terra

A minha turma 6º B escreveu um texto, para comemorar este dia e sensibilizar todos os que o lerem para a urgência em tratarmos melhor a nossa grande "casa", que é o nosso planeta (um pouco menos) azul.

Esta atividade também está inserida no projeto desenvolvido pela minha colega Débora Iria e eu, que neste caso, também teve a cooperação da colega Rita Silva, a DT do 6º B, a quem agradeço desde já!
Aproveito para divulgar mais atividades futuras deste nosso projeto - 

No dia 5 de Maio - Dia da GNR. Realizar-se-á uma ação de sensibilização (visionamento de vídeos e atividade escrita) com algumas turmas, de modo a serem alertadas para os perigos/faltas de atenção face aos sinais de trânsito e os aspetos positivos que a GNR se propõe a desenvolver, junto da comunidade escolar, visto a nossa escola se situar numa zona onde existe uma grande movimentação de carros e outro tipo de viaturas.
 
No dia 25 de Maio - Dia do Bombeiro. Para este dia, será solicitada a presença de um bombeiro (encarregado de educação de um aluno da escola Marquesa de Alorna). A ideia principal será  divulgar a responsabilidade inerente a esta profissão, e que nem sempre é divulgada da forma mais digna e completa.


Ora leiam lá o trabalho dos meninos do 6º B


Dia Mundial da Terra

  Este dia foi criado por um senador americano, chamado Gaylord Nelson, no dia 22 de abril de 1970.
  O objetivo em comemorar este dia é para que as pessoas percebam que estão a destruir o planeta Terra, logo, a destruir-se a elas próprias.
  A destruição gradual do mundo passa pela contaminação de rios, mares, solos, ar, prejudicando a fauna e flora.



  As fábricas lançam resíduos tóxicos para as águas, que contaminam ou matam os peixes. Os peixes contaminados vão prejudicar a nossa saúde, porque entram na nossa alimentação.
  As fábricas também libertam gases para a atmosfera, o que destroi a camada de ozono, fazendo com que os raios ultravioleta passem através desta camada. Outro grande problema é que estes gases entram na formação das nuvens e quando há precipitação, as gotículas de água levam na sua constituição esses gases tóxicos – as chamadas chuvas ácidas.


  Estas águas contaminam o solo, os animais e as plantas.
  A camada que protege o nosso planeta (a camada de ozono) encontra-se com “buracos”, que deixam passar os raios solares, sujeitando o Homem a vários problemas de pele, tais como cancros, queimaduras e envelhecimento precoce da pele.

  Pequenos gestos diários, como o uso de sprays aerossóis (lacas, desodorizantes, etc) e as emissões de monóxido de carbono por parte dos carros também ajudam neste processo.


  O constante lançamento dos fumos e gases aumenta o dióxido de carbono, provocando o efeito-estufa em condições anormais, e este o aquecimento global. Com este aquecimento, os glaciares vão derretendo, aumentando os níveis da água, “roubando” terra à costa, destruindo os habitats dos seres vivos.



  Os incêndios são outro flagelo, muitas vezes causado pelo Homem, por interesses económicos, falta de cuidado e outros, que destroem todos os anos milhares de hectares de floresta.

  O Homem parece esquecer-se de que as árvores é que lhe fornecem o ar que respira.

  O uso abusivo das energias não renováveis (petróleo, carvão, gás natural) vão levar ao seu esgotamento, sendo urgente uma maior e melhor utilização dos recursos naturais, tais como a energia hídrica, a solar, eólica e a biomassa (energias renováveis).
petróleo (energia não renovável)
energias renováveis


  Ainda há tempo para reverter este triste processo… poupando, reciclando, respeitando a Natureza.
  Todos juntos podemos colaborar, para o mundo melhorar.
Não queres que o teu planeta fique assim, pois não?

CONTAMOS COM TODOS VOCÊS!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário