quinta-feira, 10 de novembro de 2011

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO IV

ELIMINAÇÃO DO HÍFEN (-)

1.Eliminamos o hífen (-) quando numa palavra derivada por prefixação ou formada por recomposição (elementos não autónomos de origem grega ou latina, como aero, agro, arqui, auto, geo, hidro, maxi, micro, bio, multi, neo, semi, retro, ...) o 1º elemento termina em vogal e o elemento seguinte começa por -r ou por -s, dobrando-se estas consoantes.

exemplos:
  • anti-religioso (antes) ; antirreligioso (agora)

  • auto-rádio (antes) ; autorrádio (agora)

  • auto-serviço (antes) ; autosserviço (agora)

  • contra-reacção (antes) ; contrarreação (agora)*

  • contra-relógio (antes) ; contrarrelógio (agora)

  • co-seno (antes) ; cosseno (agora)

  • micro-sistema (antes) ; microssistema (agora)

  • mini-saia (antes) ; minissaia (agora)

  • semi-selvagem (antes) ; semisselvagem

  • semi-recta (antes) ; semirreta (agora)*

* nota que nestas palavras também se verifica outra alteração - a supressão das consoantes mudas - que já vimos numa publicação anterior neste blogue.

2. Eliminamos o hífen quando o 1º elemento termina em vogal e o elemento seguinte começa por vogal diferente da referida anteriormente.

exemplos:
  • agro-industrial (antes) ; agroindustrial (agora)

  • anti-aéreo (antes) ; antiaéreo (agora)

  • auto-estrada (antes) ; autoestrada (agora)

  • co-autor (antes) ; coautor (agora)

  • extra-escolar (antes) ; extraescolar (agora)

  • hidro-eléctrico (antes) ; hidroelétrico (agora)*

  • pluri-anual (antes) ; plurianual (agora)
3. Eliminamos o hífen nas ligações da preposição -de com as formas monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver.

exemplos:
  • hei-de (antes) ; hei de (agora)

  • hás-de (antes) ; hás de (agora)

  • há-de (antes) ; há de (agora)

  • heis-de (antes) ; heis de (agora)

  • hão-de (antes) ; hão de (agora)



CONTUDO
mantemos o hífen quando:

1. o primeiro elemento termina em vogal e o segundo começa por vogal igual àquela.

exemplos:
  • anti-ibérico
  • contra-almirante
  • infra-axilar
  • intra-arterial
  • micro-ondas
  • semi-interno
MAS
com os prefixos co- e re- não se emprega neste caso o hífen.
exemplos:
  • coobrigação
  • reescrever
  • reexaminar

2. nas formações com prefixos em que o segundo elemento começa por -h.

exemplos:
  • anti-higiénico
  • extra-humano
  • pré-história
  • super-homem
  • semi-hospitalar
MAS 
em formações com co-, des- e in- tira-se o hífen e o h, como já era habitual

exemplos:
  • coabitação (de habitação)
  • desumano (de humano)
  • inábil (de hábil)


Há mais algumas considerações acerca da utilização do hífen, relativo às palavras compostas, que serão mais tarde aqui tratadas, quando tiver dado as mesmas nas aulas.

Bom estudo para todos!

Sem comentários:

Enviar um comentário